Especial LOTR - Ilustradores: Ted Nasmith

Escrito por Fábio Rockenbach

Especial "O Senhor dos Anéis" parte 2: a influência do desenho de Ted Nasmith na concepção de Alan Lee e do filme

Texto: acréscimos do blog a um texto original de Daniel De Boni

Foram Alan Lee e John Howe, principalmente Lee, os nomes que mais influenciaram a produção dos três filmes na criação de cenários, figurinos e mesmo cenas – o que poderá ser comprovado em breve com um post comparativo de cenas e pinturas feitas por Lee com anos de antecedência. Mas também é impressionante como a visão de Lee e de Ted Nasmith se assemelha. Se Nasmith não foi consultor do filme, sua visão influenciou muito o diretor Peter Jackson – como as imagens postadas abaixo poderão mostrar, para quem lembrar do filme. Não é mera coinscidência: Nasmith é um dos mais idolatrados ilustradores de Tolkien há mais de 30 anos.

Após ter lido O Senhor dos Anéis na década de 70 como estudante de arte quando ainda era bastante jovem, Ted Nasmith se tornou um apaixonado pela literatura Tolkineana. Isso ocorreu ainda antes de iniciar sua carreira como ilustrador. Ainda se passariam vários anos antes de começar a fazer ilustrações baseadas no Hobbit, no Senhor dos Anéis e no Silmarillion. Porém antes disso seu trabalho já era reconhecido na área de desenhos arquitetônicos, onde sua arte surrealística e sua grande dedicação arrebatavam elogios. Durante algum tempo ele dividiu seu trabalho entre a arte arquitetônica e Tolkien, além de outros tipos de ilustração, mas a Terra-média sempre foi à influência predominante da sua carreira.

Com dezenas de ilustrações de alta qualidade, Nasmith ganhou uma sólida reputação entre os fãs de Tolkien, e teve seu trabalho publicado em vários calendários e livros ao longo dos anos. Recentemente ilustrou sozinho uma edição comemorativa do Silmarillion, uma honra singular. Além do prazer complementar de trazer ao mundo visões da Terra-média, Ted Nasmith vê a sua arte como uma ponte que une dois reinos distantes, o nosso próprio mundo e Arda, o mundo criado por Tolkien, que não é outro mundo, mas apenas o nosso próprio em um período muito longínquo de tempo... milhares de anos atrás.

Conheça algumas das pinturas de Nasmith que influenciaram na produção ( clique para ampliar )

A Sociedade do Anel é emboscada na passagem de Caradhras
Photobucket

A Fuga de Gandalf de Isengard

Photobucket

Os Ents atacam Isengard

Photobucket

Gandalf e as águias resgatam Sam e Frodo na Montanha da PerdiçãoPhotobucket

O adeus nos Portos Cinzentos
Photobucket

Frodo e Gollum na Montanha da Perdição
Photobucket

Veja a galeria completa de Ted Nasmith aqui
http://www.duvendor.com.br/galeria/thumbnails.php?album=4

2 Comentários:

  1. O Cara da Locadora disse...

    Fábio, não sei se você já assistiu a edição Estendida dos filmes. Eu tive a oportunidade de comprar um box de colecionador de 12 dvds, 4 para cada filme. Nos extras, vários videos, inclusive sobre Alan Lee e John Howe, que colaboraram na produção visual do filme.
    Meu conhecimento não ia muito além disso até ver esse seu post. As imagens desse artista são realmente fonte de inspiração no filme.
    Muito bom.

  2. Fábio L. Rockenbach disse...

    Tenho as estendidas - algum dia vou saber porque o descaso da Warner com o publico brasileiro - e costumo considerar essas versões como a trilogia. Lee e Howe são associados ao filme por terem sido colaboradores, mas acho que há muito da visão de Nasmith, principalmente nas cenas dos Portos Cinzentos e de Caradhras.